segunda-feira, 28 de abril de 2008

Carga tributária consome metade da vida do brasileiro

Por Jorge Alexandre Machado

O Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário - IBPT revelou que, no Brasil, quem nascer em 2008 trabalhará metade da vida para pagar tributos. Segundo o estudo do IBPT, neste ano, o brasileiro trabalhará até 27 de maio somente para pagar impostos, taxas e contribuições.
Acrescenta que, em 1900, aqui no Brasil, a expectativa de vida era de 33,4 anos e a de pagamento de tributos de 3,92. Hoje o tempo de vida está estimado em 72,3 anos e o de pagamento de tributos calculado em 29,29 anos. Em 108 anos, enquanto a longevidade aumentou 116%, a expectativa de pagamento de tributos cresceu 245%.

As mordidas do leão ocorrem por meio do Imposto de Renda Pessoa Física, incidente sobre os rendimentos como salários e honorários, das contribuições previdenciárias e sindicais, daquelas que incidem sobre o consumo e já estão incluídas no preço dos produtos como o PIS, COFINS, ICMS, IPI, ISS, entre outros, e as relativas ao patrimônio, como, por exemplo, o IPVA e o IPTU, sem contar outras taxas e contribuições que tornam a carga tributária brasileira uma das mais elevadas em comparação com outros países.

Para efeito de comparação, a pesquisa realizou levantamento, em alguns países, dos dias em que se trabalha por lá para pagar os tributos devidos:



  • SUÉCIA - 185 dias

  • FRANÇA - 149 dias

  • ESPANHA - 137 dias

  • EUA - 102 dias

  • ARGENTINA - 97 dias

  • CHILE - 92 dias

  • MÉXICO - 91 dias


sábado, 26 de abril de 2008

Prefeito de São Paulo quer turismo nos fins de semana

Por Jorge Alexandre Machado

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, lançou dia 25 programa de incentivo a viagens de fim de semana para a capital paulistana. O programa, denominado Varig Super Weekend, é uma parceria entre a VARIG, a São Paulo Turismo - Spturis e a São Paulo Convention & Visitors Bureau e terá origem, inicialmente, em cinco capitais: Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Florianópolis e Rio de Janeiro. Os turistas, moradores dessas cidades, até 29 de junho, poderão adquirir pacotes promocionais, elaborados por cinco operadoras das localidades, que oferecem, além de preço reduzido, serviços diferenciados.

Para o presidente da Spturis, Caio Luiz de Carvalho, "essa é mais uma oportunidade de movimentar o turismo na capital paulista, que hoje já conquistou o posto de principal destino brasileiro, com atrações que vão muito além dos negócios e eventos".

Entretenimento, cultura e gastronomia são exemplos do que os turistas podem usufruir nessas viagens de fim de semana. Os pacotes, com 1 ou 2 noites, incluem passagem aérea e hospedagem em variados hotéis, com preços a partir de R$ 245,00, por pessoa, dependendo da localidade de origem, da quantidade de dias e dos serviços oferecidos.

O presidente da São Paulo Convention & Visitors Bureau, Orlando de Souza, ressalta que os visitantes "poderão conhecer a diversidade de atrações que a cidade oferece para todos os gostos e bolsos e curtir a São Paulo, que é tudo de bom" . Já o diretor de marketing da VARIG, Murilo Barbosa, avalia que "o produto vai ao encontro da política da VARIG de incentivo à cultura nacional". Hoje a empresa está mais comprometida com a promoção do turismo no mercado doméstico brasileiro, conclui.

Segundo a empresa aérea, as aeronaves da companhia são as que têm maior espaço entre as poltronas e o passageiro "compõe o serviço de bordo". Entre as comidas regionais oferecidas estão o arroz carreteiro, o tutu de feijão e o cuscuz paulista, além de sobremesas como quindim, doce de abóbora e a cocada queimada.

Para o prefeito Kassab, "São Paulo cada vez mais se firma como a maior referência de entretenimento, vanguarda, cultura e lazer, para brasileiros e visitantes de todo o mundo". Na oportunidade divulgou que a prioridade da prefeitura é a recuperação do Anhembi e, já pensando em 2030, o projeto será executado em uma área de 4 milhões de metros quadrados. Calcula que será 4 vezes maior que o Anhembi. Só o estacionamento irá abrigar mais de cem mil veículos, segundo ele.

De acordo com dados da Spturis, o destino São Paulo fechou 2007 com índice de 67% de ocupação hoteleira, considerado inédito, conquistou a liderança nas Américas entre os destinos que mais sediam eventos internacionais e a arrecadação anual de ISS, com turismo, ultrapassou R$ 110 milhões.


SERVIÇO:

Ver pacotes:
www.cidadedesaopaulo.com/superweekend

Conheça São Paulo:
www.cidadedesaopaulo.com
video

quinta-feira, 24 de abril de 2008

Ata do Copom vê cenário inflacionário

Por Jorge Alexandre Machado

A ata da reunião do Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom) que elevou, na semana passada, a taxa básica de juros (Selic) para 11,75%, correspondendo a um aumento de 0,50 ponto percentual ao ano, afirma que "diante dos sinais de aquecimento da economia são relevantes os riscos para um cenário inflacionário benigno". Justifica, portanto, a medida com a alegação de que ela deve "evitar que pressões originalmente isoladas sobre os índices de preços levem à deterioração persistente das expectativas e do cenário prospectivo para a inflação."

O aumento surpreendeu o mercado. Ainda que analistas esperassem uma elevação na taxa Selic, apostavam em, no máximo 0,25 ponto percentual.

O Comitê, diante dos sinais de aquecimento da economia, como declara, conclui que, com a decisão, "está, de fato, contribuindo para a sustentação do crescimento, o que requer estabilidade, previsibilidade e a conseqüente extensão do horizonte de planejamento das empresas e famílias, bem como para resguardar os importantes incrementos na renda real dos assalariados observados nos últimos anos."

quarta-feira, 23 de abril de 2008

Terremoto assusta cinco estados do Brasil

Por Jorge Alexandre Machado

Um tremor de terra de 5,2 graus na escala Richter abalou São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná e Santa Catarina, nesta terça-feira , por volta das 21 horas. O epicentro foi localizado no Oceano Atlântico a 270 km de São Paulo. Foram apenas cinco segundos que aterrorizavam muitos moradores do interior dos estados e principalmente do litoral. Os telefones da Defesa Civil ficaram congestionados com ligações para saber detalhes do tremor e até sobre a possibilidade de ocorrência de tsunami.

Para Jorge Sand, coordenador do observatório da UNB, essa região tem uma atividade sismica grande pois é "uma plataforma continental, com interfaces de regiões mais densas e menos densas".

Não há registros de feridos, mortos ou danos materiais, exceto os relatos de algumas rachaduras em imóveis, que devem ser informadas à Defesa Civil para avaliação de possíveis riscos à estrutura.

terça-feira, 22 de abril de 2008

Dengue assola o País

Por Jorge Alexandre Machado

A Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde registrou, no período de janeiro a março de 2008, 120.413 casos de dengue clássica, 647 casos de febre hemorrágica da dengue e a ocorrência de 48 óbitos em todo o Brasil.

De acordo com o Ministério da Saúde, esses números representam um aumento de 136.488 casos de dengue no País, comparado às ocorrências em 2006. O mês de março teve o maior número de notificações no período, correspondendo a 102.011 casos. O grande impacto, com altas taxas de incidência, foi nos Estados de Mato Grosso do Sul, do Paraná e do Rio de Janeiro que notificaram um excedente de 59.370, 39.391 e 18.181 casos, respectivamente.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que entre 50 milhões e 100 milhões de pessoas, em mais de 100 países, de todos os continentes, exceto a Europa, sejam infectadas anualmente. Desses, 20 mil morrem em conseqüência da doença.

No Brasil, a dengue retornou em 1976, pelas condições propícias à expansão do Aedes Aegypti, mosquito transmissor, e não conseguiu ser controlada, até o momento. Hoje a dengue é um dos principais problemas de saúde pública no mundo.

Os sintomas da doença aparecem normalmente a partir do 3 º dia, depois da picada do mosquito. O tempo médio de incubação é de 5 a 6 dias.

Principais sintomas:

Dengue Clássica
Febre alta com início súbito
Forte dor de cabeça
Dor atrás dos olhos, que piora com o movimento
Perda do paladar e do apetite
Manchas e erupções na pele semelhantes ao sarampo, principalmente no tórax e membros superiores
Náuseas e vômitos·

Tonturas
Extremo cansaço
Moleza e dor no corpo
Muitas dores nos ossos e articulações


Dengue hemorrágica
Os sintomas da dengue hemorrágica são os mesmos da dengue comum.A diferença ocorre quando acaba a febre e começam a surgir os seguintes sinais de alerta:
Dores abdominais fortes e contínuas
Vômitos persistentes
Pele pálida, fria e úmida
Sangramento pelo nariz, boca e gengivas
Manchas vermelhas na pele
Sonolência, agitação e confusão mental
Sede excessiva e boca seca
Pulso rápido e fraco
Dificuldade respiratória
Perda de consciência

Saiba como se proteger

http://www.combatadengue.com.br/download/pdf/cartilha.pdf