terça-feira, 22 de abril de 2008

Dengue assola o País

Por Jorge Alexandre Machado

A Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde registrou, no período de janeiro a março de 2008, 120.413 casos de dengue clássica, 647 casos de febre hemorrágica da dengue e a ocorrência de 48 óbitos em todo o Brasil.

De acordo com o Ministério da Saúde, esses números representam um aumento de 136.488 casos de dengue no País, comparado às ocorrências em 2006. O mês de março teve o maior número de notificações no período, correspondendo a 102.011 casos. O grande impacto, com altas taxas de incidência, foi nos Estados de Mato Grosso do Sul, do Paraná e do Rio de Janeiro que notificaram um excedente de 59.370, 39.391 e 18.181 casos, respectivamente.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que entre 50 milhões e 100 milhões de pessoas, em mais de 100 países, de todos os continentes, exceto a Europa, sejam infectadas anualmente. Desses, 20 mil morrem em conseqüência da doença.

No Brasil, a dengue retornou em 1976, pelas condições propícias à expansão do Aedes Aegypti, mosquito transmissor, e não conseguiu ser controlada, até o momento. Hoje a dengue é um dos principais problemas de saúde pública no mundo.

Os sintomas da doença aparecem normalmente a partir do 3 º dia, depois da picada do mosquito. O tempo médio de incubação é de 5 a 6 dias.

Principais sintomas:

Dengue Clássica
Febre alta com início súbito
Forte dor de cabeça
Dor atrás dos olhos, que piora com o movimento
Perda do paladar e do apetite
Manchas e erupções na pele semelhantes ao sarampo, principalmente no tórax e membros superiores
Náuseas e vômitos·

Tonturas
Extremo cansaço
Moleza e dor no corpo
Muitas dores nos ossos e articulações


Dengue hemorrágica
Os sintomas da dengue hemorrágica são os mesmos da dengue comum.A diferença ocorre quando acaba a febre e começam a surgir os seguintes sinais de alerta:
Dores abdominais fortes e contínuas
Vômitos persistentes
Pele pálida, fria e úmida
Sangramento pelo nariz, boca e gengivas
Manchas vermelhas na pele
Sonolência, agitação e confusão mental
Sede excessiva e boca seca
Pulso rápido e fraco
Dificuldade respiratória
Perda de consciência

Saiba como se proteger

http://www.combatadengue.com.br/download/pdf/cartilha.pdf

Nenhum comentário: