domingo, 23 de novembro de 2008

Coração exige boa música

Por Jorge Alexandre Machado


A música pode fazer bem ao sistema cardiovascular, mas para isso tem que ser do gosto do ouvinte. A conclusão é de um estudo feito por pesquisadores da Escola de Medicina da Universidade de Maryland, em Nova Orleans.

Isso ficou evidenciado quando voluntários escolheram músicas que lhes davam sensação de bem-estar. O resultado foi a dilatação dos vasos e o aumento do fluxo sangüíneo. Já as “estressantes” produziam contração dos vasos e redução no fluxo sangüíneo. “Havíamos demonstrado anteriormente que emoções positivas, como o riso, são boas para a saúde vascular. Desta vez, decidimos verificar se outras emoções, como as evocadas pela música, teriam efeito semelhante”, comentou Michael Miller, professor da Escola de Medicina da Universidade de Maryland e um dos autores do estudo.

De acordo com a agência FAPESP, o estudo mostrou que "o diâmetro dos vasos sangüíneos analisados aumentou 26% após a fase de audição de músicas alegres e contraiu 6% após os voluntários ouvirem música que os deixavam ansiosos. O aumento foi maior do que nas fases de relaxamento (11%) e de assistir a vídeos que estimulavam risadas (19%)".



Com o lixo musical que anda circulando por aí, é bom tomar cuidado porque agora sabemos que além dos ouvidos as baixarias podem fazer mal também ao coração.

Nenhum comentário: