sábado, 29 de novembro de 2008

Santa Catarina à espera de donativos

Foto: Wilson Dias/ABr
Por Jorge Alexandre Machado

Com 27.410 desalojados e 51.297 desabrigados, várias cidades de Santa Catarina estão à espera de donativos para distribuir às vítimas do temporal que provocou mortes, alagamentos e deixou milhares de famílias sem lar.

Até hoje (29), segundo a Defesa Civil de Santa Catarina, o saldo é de 109 mortos, 19 pessoas desaparecidas e muita destruição em vários municípios. Ilhota e Blumenau são os municípios com o maior número de óbitos registrado: 37 e 24, respectivamente. O governo decretou estado de calamidade pública em 14 municípios: Benedito Novo, Blumenau, Brusque, Camboriú, Gaspar, Ilhota, Itajaí, Itapoá, Luis Alves, Nova Trento, Pomerode, Rio dos Cedros, Rodeio e Timbó. No total, 1,5 milhão de pessoas sofreram os efeitos das chuvas no Estado.

Em Brasília, a campanha “SOS Santa Catarina, Brasília Solidária”, promovida pela Defesa Civil do Distrito Federal, já arrecadou duas toneladas de doações. Lançada no dia 27, a iniciativa também contou com o apoio da Polícia Militar, da Polícia Civil, do Corpo de Bombeiros e da Cruz Vermelha. “A campanha mal começou e nós já temos mais de duas toneladas em alimentos, roupas, calçados e materiais de higiene pessoal, arrecadadas de ontem para hoje”, informou a gerente de proteção comunitária da Defesa Civil, Edna Gonçalves.

No Distrito Federal, há postos de arrecadação em todas as cidades satélites e no Plano Piloto. De acordo com a Defesa Civil, as doações podem ser entregues em todos os quartéis da Polícia Militar, delegacias, unidades do Corpo de Bombeiros, estações do metrô, unidades do Serviço Social do Social do Comércio (SESC) e Administrações Regionais do Governo do Distrito Federal, além dos postos Na Hora (serviço do GDF criado para atendimento ao cidadão).

No Rio de Janeiro, um grupo de escoteiros de Copacabana, distribui panfletos, pedindo a população que faça doações. Eles pedem água potável, alimentos não perecíveis, além de roupas e agasalhos e material de higiene pessoal. Somente na sexta-feira (28), foram enviadas quatro toneladas de donativos. Além dos alimentos, uma carreta partiu do Rio de Janeiro também levando roupas, brinquedos e eletrodomésticos.

São Paulo também dá sua contribuição. Partiram hoje (29), da capital paulistana, cinco caminhões carregados de doações. São 26 mil litros de água, 26 mil peças de vestuário, 500 cobertores, três mil quilos de alimentos e três mil produtos de higiene pessoal. A Sabesp enviou, na última quinta-feira, 27, cerca de 48 mil litros de água. Já a TV Cultura promove no próximo domingo (30), das 20h às 22h, no Anhembi, um grande show aberto ao público. O "SOS Santa Catarina"reunirá grandes nomes da MPB que solicitarão doações de cobertores e garrafas de água.

Segundo a Defesa Civil, a arrecadação em dinheiro já contabiliza R$ 3 milhões, mas os prejuízos só com o turismo estão estimados em R$ 120 milhões. A Defesa Civil de Santa Catarina orienta as pessoas dispostas a realizar doações para as vítimas das chuvas no Estado que dê prioridade aos alimentos que não precisam de preparo. Além de comida também são necessários água, roupas, sapatos, cobertores, colchões, fraldas e material de higiene.

Informações sobre a situação das rodovias estaduais podem ser obtidas pelo site do Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual ou pelo número 198. As condições da BR-101 podem ser verificadas gratuitamente pelo telefone 0800 603 0101.


SERVIÇO:

Informações da Defesa Civil

Nenhum comentário: