quarta-feira, 26 de novembro de 2008

Sonda em órbita de Júpiter

Ilustração: Nasa/JPL
Por Jorge Alexandre Machado

A agência espacial norte-americana, Nasa, divulgou uma nova missão com o objetivo de estudar o maior planeta do Sistema Solar: Júpiter. Ela lançará a sonda Juno em agosto de 2011, no Cabo Canaveral, na Flórida que deverá chegar ao planeta em 2016. Em um ano serão 32 órbitas em volta de Júpiter, a cerca de 4,8 mil quilômetros acima da camada de nuvens mais alta.

A densa cobertura gasosa de Júpiter esconde segredos dos processos e das condições fundamentais verificadas nos primórdios do Sistema Solar. “Júpiter é o arquétipo dos planetas gigantes em nosso Sistema Solar e se formou muito cedo, capturando grande parte do material que sobrou após a formação do Sol. Diferentemente da Terra, a gigantesca massa de Júpiter permitiu que o planeta mantivesse sua composição original, o que nos oferece uma excelente maneira de traçar a história do Sistema Solar”, disse Scott Bolton, principal pesquisador da missão no Instituto de Pesquisa Southwest, em San Antonio.

Os astrônomos querem investigar a possível existência de água, além de explorar a campo magnético do planeta e a constituição química de sua atmosfera. Como o Sol, Júpiter é composto principalmente de hidrogênio e hélio.

Nenhum comentário: